Introdução ao Flexbox, um framework para unix shell

Oi pessoal.

Usar padrões de escrita e organização em um projeto , como em Frameworks como Rails e Symfony,  é muito produtivo.

Isso faz falta em algumas tecnologias. Para um novo projeto unix shell, ao implantar a automação dos testes unitários e não encontrar um framework que atendesse a nossas necessidades, decidimos criar o FlexBox, um framework unix shell, e encapsular nele as atividades de padronização de código e bibliotecas e funções comuns.

Integrei uma biblioteca de testes e funções de criação e execução de novos aplicativos e módulos.

Ainda tem bastante coisa a fazer,
mas quero convidar aos amigos a conhecerem,
usarem e participarem do projeto.

Fiz um screencast:

Install and running: screencast

 

#inside of the root dir , make the lib dir:$ svn mkdir lib lib/vendor #if you use svn, set svn:externals:$ svn pe svn:externals lib/vendor# value:# https://flexbox.svn.sourceforge.net/svnroot/flexbox/trunk/src flexbox $ svn ci -m lib 'flexbox added'$ svn up libor, if you don't, checkout:$ svn co https://flexbox.svn.sourceforge.net/svnroot/flexbox/trunk/src lib/vendor/flexbox #make a link:$ ln -sd lib/vendor/flexbox/flexbox.sh flexbox#run:$ ./flexbox 

Obs: No exemplo acima, “$” não faz parte do comando, ok ?

Quem tem críticas construtivas e idéias?

A home do projeto é flexbox.posterous.com

[]s!

Uma resposta para “Introdução ao Flexbox, um framework para unix shell”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *